O estranho nome, Canoa Quebrada, data desde 1650, quando um navio Português comandado por Francisco Soares da Cunha, quebrou nas rochas Ponta Grossa e Francisco Soares da Cunha, foi empurrado até nossa praia, em uma tentativa de procurar por um reparo na  vizinha aldeia de Aracati , onde vivia o Mestre Simão.

Quando o Mestre Simão e ajudantes aborígenes chegaram para inspecionar o barco gritaram:  “Oh, uma canoa quebrada !”  Foi, então, registrado este nome por  esta praia.

O local onde antigamente viviam as primeiras famílias indígenas perto da praia hoje se chama Estevãos e é uma área de proteção ambiental.

Os nativos, alem da atividade pesqueira, se dedicam à varias formas de artesanato, como labirintos, bordados, pinturas e esculturas.

Uma menção particular merece   “Chico artesão ” que capturou o amor e a magia dos nativos por um fenômeno astronômico que é a combinação de “Lua e estrela” (planeta Vênus) em alguns períodos do ano, o materializando em brincos, pingentes e pulseiras. Hoje é o símbolo de Canoa Quebrada.

Na década 1960-1970 nossa praia foi descoberta por mochileiros em busca de aventura e tranquilidade ; uma vez que os criadores franceses de cinema anos mais tarde vieram outros tipos de turistas não só do Brasil , mas também do exterior.

«Nouvelle Vague» foi um nome usado pelo crítico francês Francois Giroud em 1958 na revista “l’Express”,como uma referência a um grupo de novos cineastas , que começaram a fazer filmes que romperam com a narrativa tradicional do cinema, nomes como Jean -Luc Godard , François Truffaut, Alain Resnais , Jaques Rivette , Claude Chabrel , Eric Rohmer e Agnes Varda estavam representantes do movimento.

Na década de 1960 eles escolheram Canoa Quebrada para filmar “Le Grabuges“, um filme que é bem conhecido no Brasil “Operação Tumulta“. A história diz que um dos participante da equipe do filme era um muçulmano marroquino que pediu “Allah” para perdoar as festas nunca terminadas entre os artistas e os moradores e para isso, ele contratou um artista local para esculpir nos rochedos de arenito vermelho uma meia lua e estrela , o símbolo de sua religião e este tornou-se o grande símbolo de Canoa Quebrada para este dia.

Desde o ano 2000 , Canoa Quebrada está em pleno andamento começando a ser um destino turístico conhecido internacionalmente.

Canoa Quebrada tem hoje cerca de 4.000 habitantes entre nativos , outros brasileiros e uma numerosa colônia de estrangeiros.